Loja do Inter


D’Alessandro admite vergonha por episódio na final
12/08/2009, 4:44 PM
Filed under: 1 | Tags: , , , , , ,

Fonte: Gazeta Esportiva

D’Alessandro desabafou. Após se envolver em inúmeras confusões, o argentino voltou a falar com a imprensa. Em entrevista ao jornal Diário Gaúcho, ele falou sobre os problemas envolvendo o seu nome nesta temporada e os boatos sobre seu comportamento fora de campo.

Uma imagem que ficará marcada para o resto da carreira do meia não é de se orgulhar. Na final da Copa do Brasil, contra o Corinthians, o jogador protagonizou uma cena ridícula. Após ser expulso, D’Alessandro, de 1,74m, partiu para cima do zagueiro William, de 1,89m. O objetivo não era sair no tapa com corintiano, mas fazê-lo revidar e também deixar a partida mais cedo. Sem sucesso, “El Cabezón” fez papel de bobo em rede nacional.

“Se eu pudesse mudar alguma coisa, mudaria minhas reações, a reação que tive. Não estou arrependido, porque é meu jeito de ser. Mas me dá vergonha quando vejo a imagem”, comentou sobre o tema.

A confusão rendeu uma suspensão de 60 dias pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O departamento jurídico colorado conseguiu o efeito suspensivo para que o jogador possa seguir atuando. Na sexta-feira, D’Alessandro irá ao banco dos réus para o julgamento do recurso.

Logo após a perda do titulo da Copa do Brasil, D’Alessandro acabou sendo afastado do grupo. Oficialmente, ele iria aprimorar o seu condicionamento físico. “Fiquei muito mal com a decisão do Fernando (Carvalho, vice de futebol). Sei que ele quer o melhor para mim. No segundo dia já compreendi melhor. Nesse período, tentei aprimorar a parte física”, revelou. Desde que passou a treinar em separado, o jogador não concedeu mais entrevistas. Sobre uma possível briga com o técnico Tite, que teria sido o estopim para o seu afastamento, o argentino negou que o fato tenha ocorrido.

Porém, os boatos em Porto Alegre eram maiores, iam além das quatro linhas. Pelas ruas da cidade se comentava que o argentino seria usuário de drogas e cheiraria cocaína. O tema o deixa indignado, pois invade a sua vida particular. “Podem falar sobre meu futebol, que jogo mal, que sou fraquinho… Aceito tudo. Mas quando passa do limite, não posso aceitar”, explicou.

Após recuperar o condicionamento atlético, D’Alessandro voltou ao time na segunda-feira. Se adaptando à condição de reserva, o argentino entrou no segundo tempo da vitória sobre o Sport por 3 a 0 e marcou o terceiro gol. Agora, ele quer quitar os dividendos com o torcedor. “Temos uma dívida com os torcedores que mesmo a conquista da Recopa não iria apagar. Mas o Brasileirão é ainda mais importante. E temos time para ganhar”.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: