Loja do Inter


Internacional supera campo ruim e Santo André para chegar à vice-liderança

Fonte: Globoesporte.com

A décima vitória do Internacional no Campeonato Brasileiro teve sabor especial. O Colorado superou não só o Santo André, mas principalmente o péssimo gramado do estádio Bruno José Daniel, em Santo André. Os 2 a 0 deste sábado, gols de Taison e Alecsandro, de pênalti, deixaram o time na vice-liderança da competição e firme na briga pelo título, com 33 pontos ganhos, quatro atrás do líder, o Palmeiras, que ainda tem dois jogos a mais que o Colorado

O Santo André segue próximo da zona de rebaixamento, em 16º lugar, com 18 pontos ganhos, e terá de torcer por um empate entre Fluminense e Coritiba, neste domingo, para não ser ultrapassado por um dos dois e ficar entre os quatro últimos. O time abrirá o returno contra o Botafogo, no Engenhão, na quarta-feira. A próxima partida do Inter será contra o Corinthians, no Beira-Rio.

Bola no travessão

O péssimo estado do gramado do estádio Bruno José Daniel pode até explicar em parte o fraco rendimento das equipes, especialmente no primeiro tempo. De passe em passe, a bola quicava e fazia crescer a estatística dos erros. Mas tanto Inter quanto o Santo André mostraram um primeiro tempo também sonolento, sobretudo com falta de inspiração dos principais jogadores.

Para quem tinha plano de caça ao Palmeiras na liderança do Brasileirão, o Colorado até que deu impressão de que viria acelerado. Teve até a primeira chance na partida logo com cinco minutos, quando Giuliano, cara a cara com Neneca, se afobou e bateu mal, em cima do goleiro.

Depois do gol perdido, o susto dois minutos depois. Rômulo arrancou pela esquerda, deu belo drible em Danilo Silva e bateu no travessão, quase sem ângulo. Em casa, o Santo André ganhava coragem para se aventurar mais. Numa bola cruzada na área, o zagueiro estreante Cris subiu mais alto que a zaga do Inter e cabeceou por cima do travessão.

Queixas do gramado

Era a senha: o time treinado por Alexandre Gallo, mais acostumado aos caminhos tortuosos do campo, ensinava que, pelo alto, ficava mais fácil. Mas o Inter de Tite insistia nos passes rasteiros. Além disso, o meio-campo estava desarrumado, com distanciamento dos meias Giuliano e Andrezinho dos atacantes Taison e Alecsandro. Não adiantava nem esticar a bola, não chegava direito. Guiñazu e Sandro travavam dura briga no meio-campo para ter a posse de bola em vão.

No fim do primeiro tempo, Sandro quase entregou o ouro. Tentou sair jogando e perdeu para Rômulo, destaque da primeira etapa, Ele arrancou pela direita, foi à linha de fundo e centrou rasteiro. Nunes deu o carrinho para alcançar a bola mas não conseguiu. O placar acabou justo. Apesar de ter criado mais chances na primeira etapa, o Sandro André também mostrou muito pouco para quem quer reagir no Brasileiro,

– Infelizmente, o Santo André já está adaptado ao gramado. Nunca, profissionalmente, tinha jogado num campo tão ruim assim – lamentou Alecsandro, após o fim do primeiro tempo.

Inter chega ao gol

O mesmo Alecsandro deu o cartão de visitas do segundo tempo do Inter. Aos cinco minutos, ele recebeu na entrada da área, matou a bola e bateu antes de deixá-la cair. O goleiro Neneca fez a primeira grande defesa do jogo.

Daí em diante, o Inter passou a agredir mais. Taison não ligou para o gramado ruim e arrancou em velocidade, Conseguiu lançar Giuliano, que bateu para nova defesa de Neneca. Mas essa não foi a intervenção mais impressionante. Aos 13 minutos, após centro de Kleber pela esquerda, o zagueiro Marcel tentou cortar mas chutou errado, em direção contrária. O goleiro mostrou reflexo, voou para trás e espalmou. Alecsandro ainda alcançou a bola e a tocou na trave.

Era visível a melhora do Internacional. O meio-campo corrigiu o distanciamento do ataque. Giuliano e Andrezinho encostavam mais em Taison e Alecsandro. O que faltava para o time chegar ao gol. Aos 23 minutos, não deu outra. Giuliano tabelou com Taison, que após receber bateu com violência, de fora da área, sem defesa para Neneca.

O técnico Alexandre Gallo, que já havia trocado Élvis por Pablo Escobar, procurava tornar o Santo André mais ofensivo. O time até teve uma boa chance de empatar, com uma cabeçada de Marcel que obrigou Lauro a fazer sua primeira defesa na partida. Mas o Colorado dominava. Pouco depois, Taison só não aumentou porque Neneca voou novamente para salvar o time da casa.

Foi a última boa presença de Taison na partida. Isso porque, aos 33 minutos, o atacante perdeu a cabeça ao dar uma banda em Sidney. A expulsão fez o Santo André crescer, ainda mais com as substituições feitas por Gallo -Ricardinho havia substituído Cicinho, passando Rômulo para a lateral, e Ricardo Goulart entrara no lugar de Sidney. Com o time mais ofensivo, Ricardo Goulart quase empatou aos 35, após centro de Rômulo pela direita.

Se Taison foi imprudente na jogada que gerou a expusão, pior ainda fez o zagueiro Marcel, do Santo André, ao derrubar Giuliano na área. Pênalti que Alecsandro bateu pelo alto, aos 42, sem defesa para Neneca, garantindo os três pontos para o Inter na briga para alcançar o líder, Depois, o time até teve mais duas chances, que esbarraram no bom Neneca, mas a torcida colorada nem ligou mais para isso.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: