Loja do Inter


Inter vence no Recife e garante presença na Libertadores de 2010
30/11/2009, 11:18 AM
Filed under: 1 | Tags: , , , ,

Fonte: Site Oficial

Foi uma vitória do Inter na capital pernambucana. Os resultados da rodada até poderiam ter sido melhores – São Paulo foi derrotado pelo Goiás (4 a 2), mas o Flamengo venceu o Corinthians (2 a 0) e chegou aos 64 pontos, assumindo a liderança. Porém, o time do técnico Mário Sérgio cumpriu sua parte na Ilha do Retiro e conquistou três preciosos pontos na penúltima rodada. O time colorado chegou à sua terceira vitória consecutiva e garantiu matematicamente a vaga na Copa Libertadores da América do próximo ano.

E mais: o sonho do tetracampeonato segue vivo. Para levantar a taça no próximo domingo, o Inter precisa vencer o Santo André, no Beira-Rio, e torcer por um tropeço do Flamengo diante do Grêmio, no Maracanã. Um empate seria o suficiente, desde que o Inter vença no Gigante. No ano do seu Centenário, o time colorado realiza grande campanha no Brasileirão: são 18 vitórias conquistadas em 37 jogos. O Inter tem também 8 empates e 11 derrotas. O saldo é de 18 gols, cinco a mais que o líder Flamengo.

O jogo

A partida começou nervosa na Ilha do Retiro. O Inter tentava tomar a iniciativa, mas sofria com os perigosos contra-ataques armados pelo time da casa. Aos 3min, Alecsandro soltou uma paulada de fora da área e Magrão espalmou para escanteio. Após a cobrança, Magrão tentou interceptar a bola sem sucesso e Marquinhos quase conseguiu a conclusão. O goleiro se recuperou e ficou com a bola.

O Sport tentava chegar à frente através das boas jogadas do atacante Wilson, que se movimentava com velocidade pelos lados do campo. Aos 8min, a bola ficou pipocando na área colorada, mas Bolívar conseguiu a recuperação dando um chutão para frente. Aos 11min, Wilson avançou em velocidade pela direita e cruzou para a área, onde Fabiano Costa, ex-Inter, apareceu no segundo poste para chutar ao lado do gol.

O Inter chegou com força aos 13min. Após excelente troca de passes, Alecsandro recebeu de Giuliano pela direita e tocou para trás, no meio da área, onde D’Alessandro chutou de primeira. A bola acertou o corpo do zagueiro, e no rebote, o meia argentino chutou por cima do gol. Alecsandro marcava presença na frente com boas investidas. Aos 19min, o centroavante chutou buscando o canto direito, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 22min, Índio roubou a bola ao lado da área e tocou para D’Alessandro. O argentino chutou cruzado para a defesa segura de Magrão, no canto.

O elevado número de passes errados do time colorado prejudicava a criação ofensiva. Era difícil se aproximar da área do Sport. Os chutes de longa distância tornaram-se uma boa alternativa. Aos 32min, D’Alessandro experimentou com qualidade o chute de longe e Magrão fez boa defesa. A bola buscava o ângulo esquerdo.

Aos 33min, o Inter quase abriu o placar. Giuliano cobrou escanteio e Alecsandro cabeceou para a defesa espetacular de Magrão. No rebote, Marquinhos não conseguiu a finalização, mas a bola seguiu sob domínio do Inter. Na sequência do lance, Giuliano chutou em cima da zaga, e logo depois, Alecsandro, apesar de desequilibrado, conseguiu chutar de dentro da pequena área para nova defesa salvadora do goleiro pernambucano, que espalmou para escanteio. Após uma bateria de escanteios, Magrão conseguiu afastar a bola, de soco, para fora da área.

O Sport respondia com velozes contra-ataques. Aos 38min, Wilson passou pela marcação colorada, invadiu a área e chutou cruzado. A bola passou perigosamente à frente do gol defendido por Lauro e saiu pela linha de fundo. Aos 40min, o duro golpe no Inter: Fininho alçou a bola para a área em uma cobrança de falta, a zaga não conseguiu cortar, e Vandinho chutou para abrir o placar na Ilha.

Aos 42min, o Sport quase ampliou. Vandinho encobriu Lauro e finalizou de cabeça. A bola passou perigosamente ao lado do gol. O empate quase veio no finalzinho do primeiro tempo, aos 43 minutos, em um belo chute de fora da área de Marquinhos. Magrão se esticou todo para espalmar para escanteio.

O Inter foi para o vestiário consciente de que teria que dar o máximo no segundo tempo para conseguir virar o placar. O Goiás vencia o São Paulo no Serra Dourada. Em Campinas, o Corinthians estava sendo derrotado. A disputa pelos primeiros lugares da tabela era franca.

O técnico Mário Sérgio tratou de mexer na equipe. Colocou Glaydson e Edu nos lugares de Danilo e Marquinhos. Logo aos 3min da etapa final, Guiñazu tentou passar entre dois zagueiros no interior da área e foi derrubado. O volante pediu pênalti, mas o juiz aplicou o cartão amarelo no argentino.

O Inter passou a explorar o jogo aéreo. Sempre que podia, levava a jogada para as laterais e forçava os cruzamentos para a área do Sport. O time colorado passou a ter mais posse de bola, mas seguia com dificuldades de penetrar na área adversária. Aos 14min, Giuliano tocou para D’Alessandro que chutou da entrada da área por cima do gol. Aos 16min, foi a vez de Sandro experimentar o chute de fora da área para a defesa segura do goleiro pernambucano. Aos 17min, Wilson fez boa jogada na área do Inter e chutou cruzado. A bola ía entrando, mas Glaydson conseguiu afastar o perigo.

Aos 18min, Andrezinho foi a campo no lugar de D’Alessandro. O Inter tinha mais volúpia dentro da partida e acabou chegando ao gol de empate. Aos 22min, Giuliano fez boa troca de passes com Kléber, que invadiu a área e chutou cruzado para empatar o jogo na Ilha do Retiro. 1 a 1. Foi o terceiro gol do lateral com a camisa colorada e o de número 60 do Inter no Brasileirão. A partir de então, o Inter foi para o tudo ou nada.

Aos 28min, Andrezinho, mesmo desequilibrado, conseguiu fazer o cruzamento para a pequena área. Alecsandro saltou alto, mais que a marcação, e cabeceou a bola na trave. Quase o gol da virada!

O jogo ficava cada vez mais dramático. Cada minuto que passava no cronômetro, aumentava a pressão sobre o Inter, que precisava marcar um gol para seguir na luta pelo título e garantir de vez a vaga na Libertadores do ano que vem. Aos 37min, Guiñazu arrancou em velocidade pelo meio e foi agarrado por Freire. Era a falta que o Inter precisava. Andrezinho cobrou com maestria e marcou um golaço! Foi uma obra-prima de Andrezinho na Ilha do Retiro! A bola entrou no cantinho direito de Magrão, à meia altura. Foi o 20º gol do meia-atacante com a camisa colorada e o seu quinto no Brasileirão. Andrezinho saiu do banco de reservas para virar o herói da vitória no Recife.

Nada mais podia impedir a 18ª vitória do Inter no Brasileirão. O time do técnico Mário Sérgio tocava a bola com inteligência, esperando o tempo passar. Das arquibancadas, os mais de 500 colorados cantavam com emoção o hino do Clube.

Aos 47min, um susto. O Sport trocou passes na área colorada e Wilson quase conseguiu a finalização. Na raça, Sandro esticou a perna e conseguiu o desvio para escanteio. Logo depois, o juiz apitou o final do jogo na Ilha do Retiro. A vitória heroica do Inter estava garantida.

No próximo domingo, às 17h, o Inter recebe o Santo André no Beira-Rio. A torcida colorada está convocada para fazer uma linda festa., pois ainda é possível chegar ao tetracampeonato. O Inter quer fazer a sua parte no último jogo do campeonato e aguardar pela combinação de resultado que daria o título nacional.

“Fui abençoado com este gol. Deus ajuda quem trabalha com honestidade. Sempre dei meu máximo e estou muito feliz por ter marcado. Foi um jogo dificílimo, mas conseguimos buscar a superação”, disse Andrezinho, o autor do gol da vitória.

“A gente sabia que uma vitória aqui seria importantíssima para seguirmos na briga pelo título. Agora vamos ter que fazer a nossa parte em casa e esperar pelos resultados paralelos. O mais importante no jogo de hoje foi a motivação com a qual entramos no segundo tempo”, analisou o lateral Kléber.

“Não vai ser fácil conquistar o título, pois o Flamengo está embalado e vai jogar em casa, mas confio na dignidade das pessoas. Vou torcer primeiro para o Inter ser campeão, vencendo o nosso jogo em casa e esperando, pelos menos, por um empate no Maracanã”, disse o presidente Vitorio Piffero.

“Quero ser campeão. É muito pouco para mim ficar só com a vaga na Libertadores. Vou lutar até o último minuto. Se o Flamengo ganhar vai ser por merecimento, pois não acredito que o Grêmio possa entregar o jogo”, afirmou o técnico Mário Sérgio.

“A boa notícia da rodada é a vaga assegurada na Libertadores. Mas a disputa pelo título segue aberta. Vamos acreditar até o final”, declarou o vice-presidente de futebol Fernando Carvalho.

“A nossa postura vai ser de profissional ao longo da semana. Não ganhamos nada. Precisamos vencer o Santo André, que não será fácil. Por isso é necessário que a gente fique concentrado somente nesta partida”, avaliou Alecsandro.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: