Loja do Inter


O futuro em um jogo: Inter decide vaga contra o Deportivo Quito no Gigante

Fonte: GloboEsporte.com

Pouco terá valido cada treino, cada jogo, cada chute a gol, cada bola defendida pelo Inter em 2010 se o time de Jorge Fossati não avançar às oitavas de final da Libertadores da América. Os colorados juntam o passado de trabalho e miram um futuro de conquista ao receber o Deportivo Quito às 19h30m desta quinta-feira, no Beira-Rio. É, pelo menos até agora, o jogo do ano para o clube gaúcho. Vitória dá a certeza da vaga.

Os equatorianos irão a campo como líderes do Grupo 5. Se o Inter vencer, roubará o posto do time de Quito e fechará a fase de classificação como um dos campeões. Caso empate, o Colorado corre o risco de ficar até sem a segunda colocação – e, consequentemente, sem a vaga. Para avançar em caso de igualdade, o time vermelho precisa torcer para o Cerro não golear o Emelec. Saldo de gols e até gols marcados são critérios decisivos. O jogo é em Montevidéu.

Para não correr riscos, o Inter precisa vencer. Para vencer, precisa atacar. Para atacar, precisa dar um jeito de conciliar a capacidade de pressionar o adversário e a organização para não ser surpreendido. Ter gana de vitória sem atropelos é o desafio vermelho contra o Deportivo Quito.

– Como o Fossati costuma dizer, do pescoço para baixo, temos que estar com o corpo fervendo, mas a cabeça tem que estar boa. Temos que ficar o mais tranquilos possível, sempre buscando o caminho do gol – disse o lateral-esquerdo Kleber.

A escalação colorada só será divulgada na hora do jogo. O técnico Jorge Fossati fez mistério inclusive sobre o sistema tático escolhido para a partida. Ele sinalizou que poderia usar o 3-5-2, para liberar os alas e poder furar o bloqueio defensivo dos equatorianos, mas pode ser despiste. O 4-4-2 é uma alternativa forte, com D’Alessandro acompanhado por Andrezinho ou Giuliano na articulação.

Índio, em função do corte que sofreu no braço direito, está fora da partida. Se Fossati optar por três zagueiros, os escolhidos serão Bolívar, Sorondo e Fabiano Eller. Caso o técnico prefira ter uma dupla de zaga, Eller deve ir para o banco.

A diretoria colorada espera público superior a 35 mil pessoas no Gigante. Os jogadores pedem apoio.

– O torcedor do Inter é inteligente. Vai lotar o estádio, vai sair de sua residência, trazer seu filho, sua família, e vem para incentivar, torcer, levar o Inter às oitavas de final – comentou o centroavante Alecsandro.

Deportivo no 3-4-3

O Deportivo Quito deve enfrentar o Inter no sistema 3-4-3. A ideia tática, teoricamente ofensiva, não será adaptada à circunstância de poder empatar o jogo. Quem garante é o técnico do time equatoriano, o argentino Rubén Darío Insúa.

– Ao Deportivo, servem dois resultados. Ao Inter, apenas um. Qualquer dos resultados que nos permita a classificação em primeiro lugar nos serve. Não viemos para perder. Viemos para ganhar a classificação. É uma final para nós – disse o treinador.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: