Loja do Inter


Para superar Banfield, Inter quer jogar com vontade e calma no Beira-Rio
05/05/2010, 8:43 PM
Filed under: Sem categoria | Tags: ,

Fonte: UOL Esporte

O discurso se repete no Inter, antes de outra partida decisiva. Será preciso calma e paciência, misturadas com vontade e atenção. A receita é para reverter o placar de três a um construído pelo Banfield, na semana passada, em solo argentino na primeira partida das oitavas de final da Libertadores. Jorge Fossati repetiu instruções solicitadas na véspera de Gre-Nal, quando a equipe venceu por um a zero e contra o Deportivo Quito, onde goleou por três a zero, na rodada final da fase de grupos do torneio sul-americano.

“O caminho é trabalhar o jogo sabendo que tem noventa minutos para conseguir. Sem deixar ninguém marcar os nossos tempos no campo”, disse Fossati. “Não entrar no desespero de querer fazer o segundo antes do primeiro. Isso só trará espaços que o Banfield sabe explorar muito bem. Temos que ter um time calmo no campo, com muita vontade e determinação. Mas com calma”, reiterou o uruguaio.

Se toda a entrevista coletiva do treinador fosse sobre este assunto, Fossati não precisaria sentar-se para atender os jornalistas semanalmente. Bastaria disparar um gravador, com sua manifestação antes de jogos importantes. A coerência é latente. “Primeiro temos que fazer um jogo normal. Estou convencido que em um jogo normal podemos ganhar”, garantiu.

Fazer de tudo para avançar

Entre os dirigentes, o temor mais considerável é que o time se apresse demais embalado pela torcida, que torne o jogo corrido, perdendo inteligência para a volúpia desmedida. “Meu maior temor é que tenhamos muita pressa”, admitiu o vice de futebol, Fernando Carvalho.

Começar um jogo de mata-mata da Libertadores em desvantagem não é novidade para o Inter. Em 2006, o time perdeu para a LDU em Quito, mas venceu no Beira-Rio. Agora, a partida só terá um cenário de tudo por tudo perto do fim, se as coisas não estiverem dando certo.

“Ao normal, vamos poder ir fazendo a diferença de gols no jogo. Se por acaso não conseguirmos, serão nos últimos minutos que teremos que ir do jeito que for para conseguir. Não podemos permitir que o jogo passe sem tentar tudo, mas há os momentos certos”,


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: