Loja do Inter


Inter vence Goiás de virada: 3 a 2
17/05/2010, 1:08 PM
Filed under: Sem categoria | Tags: ,

Fonte: Site Oficial

O Inter atuou com um time reserva na capital goiana, já que os titulares ficaram em Porto Alegre treinando para o duelo com o Estudiantes, na próxima quinta, na Argentina, que decidirá uma vaga à semifinal da Libertadores. Apenas Walter, o grande destaque da vitória no Serra Dourada, foi aproveitado desde o início. Nei foi outro titular que entrou no decorrer do segundo tempo. O Inter foi a campo com Lauro; Glaydson, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Juan;Wilson Matias, Derley, Giuliano e Edu; Taison e Walter.

O time do técnico Jorge Fossati começou o jogo tentando valorizar a posse de bola. Trocava bons passes pelo meio, mas não conseguia chegar com efetividade ao ataque. O Goiás atuava recuado e apostava nos contra-ataques. Aos 13min, Everton Santos soltou a pancada de fora da área e Lauro defendeu parcialmente. Daniel Louvinho tentou pegar o rebote, mas Eller apareceu para cortar. O lance, porém, já estava anulado por impedimento. Aos 18min, Wellington Saci aproveitou o rebote da defesa e chutou forte da entrada da área para grande defesa de Lauro, que se esticou todo e buscou a bola no cantinho direito.

A primeira conclusão colorada foi aos 22min, em um cruzamento de Giuliano que Edu desviou de cabeça no meio do gol, para defesa tranquila de Fábio. O Goiás respondeu na jogada seguinte, em um chute cruzado de Everton Santos que Lauro defendeu espetacularmente. Walter (foto ao lado)passou a apostar nas jogadas individuais. Aos 26min, o atacante fez boa investida pela ponta esquerda, aplicou uma meia-lua no marcador, e cruzou fechado para defesa de Fábio. Aos 28min, Walter invadiu a área e chutou prensado com o goleiro, que salvou para novo escanteio. Na sequência do lance, Giuliano experimentou o chute de longe e a bola passou raspando o travessão.

Apesar da pressão colorada, foi o Goiás que abriu o placar, aos 30min. Depois de uma cobrança de escanteio, a bola sobrou livre para Everton Santos, que avançou rapidamente até a área e soltou uma bomba frontal. 1 a 0. O time colorado não se abateu e foi em busca do empate. Aos 34min, Eller desviou de cabeça e a bola passou ao lado direito do gol, com perigo. Aos 37min, Walter fez bom giro e chutou buscando o canto direito. A bola raspou a trave.

Aos 41min, um duro golpe. O time do Serra Dourada cobrou falta da direita, a bola ficou pipocando na pequena área, e Amaral chutou para ampliar: 2 a 0.

O time colorado voltou sem alterações para a etapa final. Apenas Fossati não retornou para casamata, pois foi expulso após reclamar com a arbitragem ao final do primeiro tempo. O treinador passou a se comunicar através de um celular com os jogadores que entraram no decorrer do segundo tempo.

O Inter voltou melhor e passou dominar as iniciativas no ataque. Aos 8min, Giuliano e Taison fizeram boa triangulação e a bola sobrou para Walter chutar prensado com a marcação. A zaga do Goiás afastou na sequência do lance. Aos 12min, Edu cruzou da direita e Wendell Santos derrubou Taison na grande área. Pênalti! Walter cobrou forte no ângulo direito e deu início à reação: 2 a 1.

Aos 20min, Giuliano fez bom lançamento para Walter pela esquerda, que deu um corte no marcador antes de soltar uma pancada. A bola passou muito perto do gol. Logo depois do lance, Everton entrou no lugar de Taison. Aos 22min, Giuliano foi derrubado na entrada da área, mas o árbitro marcou apenas falta. Os jogadores reclamaram bastante pelo pênalti. Giuliano cobrou a falta em cima da barreira.

O Inter pressionava em busca do empate, e aos 29min, Walter marcou um gol de placa no Serra Dourada. O chute de fora da área foi lindo, com a bola fazendo uma curva incrível antes de acertar o ângulo esquerdo. 2 a 2. Foi o décimo gol do atacante com a camisa colorada e o segundo pelo Brasileirão.

O time do Beira-Rio cresceu na partida e partiu confiante para o ataque. Aos 33min, Everton invadiu a área e chutou cruzado da esquerda para grande defesa do goleiro Fábio.

Mas a tarde era de Walter. Aos 35min, ele recebeu a bola na área e tentou aplicar um chapéu no goleiro Fábio, que acabou acertando o atacante com um chute. Pênalti claro! Giuliano precisou cobrar a penalidade máxima duas vezes, já que o árbitro anulou o primeiro chute por invasão na área. Assim como foi na primeira cobrança, o meia chutou no cantinho direito, sem chance para Fábio. O Inter chegava à virada: 3 a 2. Foi o 12º gol de Giuliano. Walter, o herói colorado, sofreu uma pancada na coxa no lance do pênalti e teve que deixar o jogo. Leandro Damião entrou no seu lugar.

O time colorado manteve-se no campo de ataque e quase ampliou. Esteve muito mais de perto de fazer outro gol do que o Goiás esteve do empate. Aos 46min, Leandro Damião ficou cara a cara com o goleiro, mas chutou fraquinho para defesa fácil de Fábio.

O Inter conquistou os três primeiros pontos no Brasileirão 2010 e subiu na tabela de classificação. Agora é o oitavo colocado. O próximo adversário é o São Paulo, no domingo (23/5), no Beira-Rio. Antes, enfrenta o Estudiantes, na Argentina, no jogo de volta das quartas de final da Libetadores. O jogo será disputado na quinta-feira (20/5), às 19h45min.

“Foi uma vitória muito importante. Havíamos perdido na estreia, por isso queríamos muito buscar os três pontos fora de casa”, disse Nei.

“Criamos muitas oportunidades no primeiro tempo mas não tivemos sucesso nas conclusões. O time teve qualidade na etapa final para conseguir reagir e buscar o resultado”, comemorou Giuliano.

“Estava me cobrando muito no intervalo pelos gols perdidos no primeiro tempo. Achei que hoje não era o meu dia, mas no futebol tudo muda muito rápido e consegui fazer dois gols”, disse Walter, o grande nome da partida.

“Fomos superiores durante toda a partida. Não conseguimos fazer os gols no primeiro tempo, mas buscamos a reação na etapa final com qualidade. O time mostrou muita capacidade física na busca pela reação. As mudanças feitas por Fossati também foram determinantes para a vitória. Ficamos satisfeitos em ver que o planejamento está dando certo”, avalia o assessor de futebol Roberto Siegmann.

“O resultado do primeiro tempo não teve nada a ver com que estava acontecendo em campo. Tivemos situações muito claras de gol. No intervalo acertamos o que estava errado e conseguimos virar o placar. Não só viramos como tivemos chances de ampliar”, comemorou o técnico Jorge Fossati.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: